Europa 2010 Partida Recife-Voiron

out 1, 2010 by

João Rego

Partimos de Recife às 21:00.

O nível de excitação é sempre mais elevado, afinal esta viagem foi planejada e organizada por Elba, com detalhes, durante mais de um ano.

Partimos assim, eu, Elba, Norma, Iara e Juliana.

O voo da TAP foi excelente – céu de brigadeiro – e como sempre, não consigo dormir mais de 30 minutos. O resto do voo foi me mexendo dentro de uma cadeira que não me cabe.

Lisboa estava com um dia ensolarado e temperatura de 25 graus. Excelente para quem tinha apenas três horas líquidas para sair do aeroporto e dar um giro no centro da cidade.

Tínhamos que estar de volta às 14:30 pois nosso voo para Lion era 14:45.

Tivemos a sorte de sermos atendidos no aeroporto por uma funcionária excelente que deu todas as dicas para fazer este tour Express na cidade.

Pegamos um taxi a caímos na Praça do Rossio, coração de Lisboa. De imediato estava a nossa frente à Rua Augusta, bela, elegante e tranquila. A coisa que impressiona em Lisboa é que, apesar de ser uma cidade grande, o clima é de tranquilidade. A Augusta ontem transmitia esta tranquilidade. Andamos até a beira do rio, onde antes funcionou a Escola de Sagres – conferir – tiramos algumas fotos e nos dirigimos através da Rua Garret até o Largo do Chiado, famoso pela Brasileira, um secular café que foi frequentado por Fernando Pessoa e outros intelectuais portugueses.

O passeio é muito agradável, Rua Garret, Largo do Chiado e vizinhança.

Eu estava com um olho em Lisboa e outro no relógio pois Carlota ia sair de Voiron para nos pegar em Lion e nada poderia atrasar nossa chegada lá.

Chegamos na Praça do Rossio às 14:00 de lá partimos em dois taxis para o aeroporto.

Sempre tem algo que nos pega de surpresa.

Quando chegamos ao aeroporto, todos tranquilos e confiantes até…. que na fila de embarque tinha umas 700 a 1000 pessoas! Pelos meus cálculos não iríamos nunca chegar a tempo no avião. Aí a adrenalina começa a carregar e o grupo começa a se mexer. Acabou-se o clima de curtição e a tensão se instalou. Saímos com a gota serena furando fila com os cartões de embarque na mão e negociando com os funcionários, levando esporro de outros, e tome pressa. No alto falando o aviso de última chamada para Lion, martelando nas nossas cabeças. Passaporte na mão o grupo se distribui em várias filas.

Quando estou passando na revista, Elba dispara, e eu com meu notebook e cinturão na mão, ou seja estava agora com o desafio de correr pelo aeroporto cerca de 800 metros com as calças frouxas ameaçando cair. E foi o que fiz, o grupo todo correndo carregando suas bagagens de mão – nesta hora você se arrepende de ter trazido notebook e outras coisas mais –  para complicar o portão que era o 13 havia mudado para 12 – somente um ninja num sufoco destes vai prestar atenção ao sistema de aviso do aeroporto – pois ouvi e gritei para o grupo “ É no 12!!!, É no 12!!!”.

Chego na frente de todos resfolegante e segurando as calças.

A atendente manda eu relaxar pois haviam muitos passageiros atrasados. Explicou que era um feriadão em Lisboa daí este mundo de gente saindo de Lisboa.

Norma e Iara estão de parabéns, correram bem, mostrando pique.

A merda é que depois desse sufoco todo, ficamos 40 minutos dentro do avião num calor arretado. Bem, mas avião bom é que leva e chega com você.

Chegamos às 19:00 e lá estava Carlota nos esperando. É sempre uma alegria este reencontro. Para Iara e Juliana era a primeira vez na casa de Carlota. A viagem de Lion para Voiron leva cerca de uma hora.

Na chegada aquela folia de abrir presente e atualizar as fofocas, acompanhada a vinhos e uma deliciosa Raclette.

Fomos dormir cansados mas com uma grande expectativa sobre o Sábado, quando iríamos com Carlota passar o dia em Annecy, uma bela cidade à beira de um lago e com charme de cidade mais cara para turismo na França.

***

DITOS & ESCRITOS
João Rego
joaorego.com

 

Related Posts

Share This

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *