Formação da cidadania e tecnologia.

abr 29, 2007 by

*João Rego.

 

O conceito de cidadania se confunde com a democracia em si. Não é possível ter uma democracia operando de forma efetiva, e não apenas juridicamente formal, sem um contínuo exercício de cidadania. Este tem como função, controlar a classe política através de campanhas e pressões legítimas, e interferir na agenda política, econômica e social de seu país. Os partidos políticos, as eleições e a imprensa livre são condições necessárias para se operar uma sociedade democrática, mas não suficientes.

À sociedade civil cabe um papel muito mais relevante do que o que se delega hoje à classe política, posto que formamos a grande massa da maioria, sujeito e objeto de tudo que se chama Estado Nação.

Se um ambiente de liberdade para que os governados escolham seus governantes é o fundamento central de uma democracia, que finaliza com a formação e reprodução da classe política, a contrapartida da sociedade civil é o exercício da cidadania.

Tecnologia e o futuro da democracia

Tudo isso, sabemos, parece um desafio que vai muito além das condições de vida de um cidadão comum, que trabalha várias horas por dia, muitas vezes mal remunerado, e chega em casa depois de uma longa jornada, onde se sente oprimido, esmagado por um cotidiano feroz.

Não tendo mais forças nem cabeça para mais nada, tenta relaxar diante da televisão ou com o convívio ameno da família, para no outro dia começar tudo de novo.

A Internet, fenômeno tecnológico que vem transformando a sociedade com uma velocidade nunca vista na história, se apresenta como importante ferramenta de ação política. Assim, como ela está revolucionando a produção, os mercados e a comunicação, será o principal mecanismo de pressão e controle da sociedade civil sobre o Estado, principalmente no período do exercício do mandato.

Haverá uma facilidade enorme para que o cidadão participe como ator político dos processos de decisão que regulam a sociedade. Com um simples preenchimento de um formulário e um clique, pode se engajar em campanhas políticas e grupos de pressão.

A tecnologia, como já fez antes em outros momentos da história, destruirá as velhas redes de dominação arcaicas, que insistem em se reproduzir a cada legislatura, a cada mandato.

A poderosa comunicação capilar da Internet, através do e-mail, seu baixo custo, facilitando o acesso cada vez maior por parte dos cidadãos, uma vez organizados em uma ação convergente para a transformação social, irá radicalmente mudar tudo que se tem hoje em termos de representação política, gestão pública e poder.

***

DITOS & ESCRITOS
João Rego
joaorego.com

إيروس وثانتوس

 

 

Related Posts

Share This