Internet e política

abr 29, 2006 by

*João Rego.

A sociedade vem sofrendo uma radical transformação com o impacto da tecnologia da informação penetrando em suas estruturas.

No universo da política este impacto não é menor.

As relações entre o político e o eleitor, apesar de existirem as amarras formais da legislação, estarão cada vez mais soltas e independentes do aparato jurídico formal que institui o Estado e seus poderes.

Exemplos como o uso do Twitter e do You Tube no Irã, onde a população extravasou sua indignação contra o regime teocrático dos alatoiás, levando a repressão, em tempo real, para o mundo por meio das redes capilares de informação, é um fato que baliza como será no futuro as relações entre a classe política e a sociedade civil.

A sociologia já tem bases para definir que não mais estamos em um modo de produção capitalista e sim informacionalista, ou seja, o capitalismo já foi tão radicalmente transformado pela tecnologia da informação que já não se pode analisar seus fenômenos fora da rede de informação, a internet.

Entretanto, assim como a lei da gravidade, alguns comportamentos humanos continuarão a seguir sem mudanças ao longo da história. Para a economia, comprar e vender foram e continuam sendo o motor desta instância, agora envolvido em um ambiente tecnológico que a expande em dimensões jamais imaginadas pelo mais profícuo dos futuristas.

Para a política, representar e ser representado são funções perenes que estruturam e moldam as democracias modernas.

Para a política no Brasil, o que pode significar este recurso tecnológico que, às vezes de forma silenciosa, vai transformando as vidas das pessoas?

Liberdade de acesso a informação, transparência na gestão pública e participação são requisitos intrínsecos à prática democrática. A internet vem dando uma densidade a estes requisitos de forma jamais experimentada na história, causando um efeito transformador na realidade.

Mas, como pode um político atuar neste universo sem se perder nesta complexa teia tecnológica, evitando que o meio seja mais importante que sua ação política, objeto final da sua existência?

***

DITOS & ESCRITOS
João Rego
joaorego.com

إيروس وثانتوس

 

 

Related Posts

Share This